Voltar

Dicas de Dinâmica de Liderança

Publicado em | 0 comentários

Confira exemplos de dinâmicas de liderança para despertar o líder que existe em cada membro de sua equipe. Acesse e descubra! | photography33 |DepositPhotos.com

Ser líder é uma tarefa de grande responsabilidade, porque estar na frente de todos, gerenciando e lidando com seres humanos de forma organizada e um objetivo determinado, demanda muita maturidade e qualidades pessoais bem desenvolvidas. Qualidades que se forem despertadas em cada colaborador poderão ajudá-lo bastante na realização do trabalho.

Por que o colaborador deve ter características de líder também?

É o seguinte, não existe característica de líder e característica de colaborador. Geralmente, quando a característica não serve para um líder, provavelmente também não serve para um colaborador. Muitos dos funcionários de empresas têm atitude, gostam de mostrar que são maduros e estão prontos para tomar decisões.

E é nesse ponto que eu quero chegar. Todo colaborador tem um pouco de líder dentro de si. É algo que ninguém pode negar, pois as características de um bom funcionário e um bom gestor são similares. A diferença é que para quem está a frente de uma equipe há a necessidade de juntar todos esses tipos de qualidades, afinal, o gestor precisa disso tudo para realizar bem o seu trabalho.

E, quando a equipe tem suas características desenvolvidas, mais próximas da liderança elas ficam, o que é ótimo, pois cria-se uma sinergia entre todos. Engana-se aquele “chefe” que acha necessário haver uma distanciação entre certas qualidades de um gestor e colaborador.

A dinâmica do casamento e do seu bom senso

Essa dinâmica não vai apenas tentar desenvolver características necessárias para a liderança entre os seus colaboradores, como também colocará à prova a sua capacidade de administrar situações e a sua própria flexibilidade.

A dinâmica é a seguinte: imprima o texto a ser destacado aqui embaixo e distribua para as pessoas que participarão.

Um casal apaixonado vai se casar no meio do mar. Dentro da embarcação, foi um amigo do noivo, o marinheiro, o casal, é claro, e uma senhora amiga da noiva. Porém, eles acabaram passando por uma tempestade que causou um acidente inesperado: o noivo caiu no mar.

A noiva então implora para que o marinheiro fosse nadar atrás do noivo. E em frases rápidas e nervosas os dois dialogam. “Você não tem dinheiro para me pagar esse serviço que é muito arriscado, quero uma garantia, corte-me o seu dedo e você terá sofrido tanto quanto eu para trazer seu noivo de volta”.

A noiva desesperada pergunta rapidamente para a velha senhora, que responde: “Eu não sei de nada, faz o que quiseres”. E aí, sem pestanejar, a noiva chama o amigo do noivo para ajudar a cortar e o dedo dela se vai.

Felizmente, o noivo é resgatado pelo marinheiro, mas um problema acontece. Ele não quer mais casar com a noiva tão dedicada porque não conseguiria conviver com alguém que tem apenas 4 dedos numa das mãos.

O amigo do noivo vê isso e, sem demora, fala que casaria com ela, a noiva aceita. Além disso, ela pede para que o marinheiro jogue de volta o noivo no mar.

No final, você vai elencar os 5 personagens: a velha senhora, o marinheiro, o amigo do noivo, o noivo e a noiva. Então, com a caneta que você deu, peça para eles darem uma nota, 1 ou 5 (pior ou melhor, respectivamente) para cada personagem.

Essa dinâmica é importante para que você avalie a capacidade de julgamento de cada um, se há algum método na hora de eles avaliarem a situação, como eles percebem os acontecimentos, coisas desse tipo. Fique bem atento para as respostas e reações e encaminhe para o RH todas as observações.

A dinâmica da Torre

Essa é uma boa dinâmica para ver quem se dá bem em trabalho em grupo e com muita pressão em cima. O material necessário é: uma régua de 30 cm, tesoura, cartolina e cola.

Em 10 minutos tudo estará terminado, é uma dinâmica bem simples. Entregue esse material para todos os participantes e peça para eles construírem uma torre. Simples assim. Porém, há algumas diretrizes. Cada tira de cartolina utilizada não deve ser maior que os 30 cm da régua. E também não podem ser mais largas que a própria régua. A torre, é claro, deverá superar os 30 cm.

Tudo isso deve ser feito em 10 minutos. Observe quem se sai melhor com o uso do tempo e quando já estiver acabando no cronômetro, avise para ver as reações dos colaboradores, se ficarão calmos, mais agitados, desesperados. Perceba tudo isso.

No final, você irá ver quem tem mais capacidade no momento de trabalhar em grupo, já que a construção é feita por todos juntos, e de raciocinar em situações onde o estresse é natural.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!