Voltar

Conheça a Dinâmica 1, 2, 3

Publicado em | 0 comentários

AnnaTheOne55/Shutterstock A a Dinâmica 1, 2, 3 é uma excelente alternativa para quebrar o gelo e descontrair os participantes

A Dinâmica 1, 2, 3; é utilizada para quebrar o gelo antes de encontros, eventos e treinamentos e tem o objetivo de deixar os participantes mais à vontade. Esta é uma ferramenta de integração é interessante, simples e aplicável em todos os tipos de situações onde haja um grupo de pessoas ou profissionais.

Pensando nisso, hoje eu vou mostrar como aplicar a 1, 2, 3,  e mostrar como ela também serve para descontrair e testar a capacidade de concentração dos participantes. Continue lendo o artigo e veja, na prática, como é fácil aplicar!

A Dinâmica 1, 2, 3 na Prática!

Na primeira etapa da dinâmica, peça ao grupo que se divida em duplas para que assim possam fazer a brincadeira juntos.  Em seguida solicite que, alternadamente, cada membro comece a contar 1, 2, 3 e depois o outro faça o mesmo.

Na segunda fase, a coisa começa a mudar um pouquinho. Agora, ao invés de dizer o número um, os participantes deverão bater palmas uma vez, e continuam a sequência de números normalmente, falando o 2 e 3.

Na terceira etapa da dinâmica, a dificuldade aumenta mais um nível e as duplas agora, além de bater palmas para representar o número 1, também terão que ao invés de falar dois bater as duas mãos na barriga e em seguida pronunciar o número 3.

Pensou que acabava ai? Que nada! Agora vai complicar bem mais, pois além de bater palmas, bater na barriga, ao invés de falar três, os participantes vão ter que dar uma “reboladinha”. Isso deixa o ambiente muito descontraído, as pessoas começam a sorrir, se divertir, interagir e bem mais abertas à integração.

Como podemos perceber este modelo pode ser facilmente aplicado em reuniões e encontros para quebrar o gelo entre as pessoas e fazê-las interagir de maneira positiva. Por mais simples que possa parecer, a dinâmica 1, 2, 3 é um jeito de testar a coordenação motora, memória e capacidade de fazer um bom trabalho em equipe. Mostra também que não é preciso de mecanismos sofisticados para se criar um senso coletivo.

Portanto, sempre que precisar trazer uma forma fácil e rápida de integração de grupos, tenha nesta “brincadeira” uma ferramenta efetiva para isso. Ela pode ser aplicada também com crianças, jovens e idosos, pois é de fácil compreensão e não oferece nenhum risco. Pelo contrário, sempre gera muita descontração e muitos risos.  Experimente e conte 1, 2, 3!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!