Voltar

Como Usar os Gatilhos Mentais?

Publicado em | 0 comentários
Gatilhos Mentais

Ahmet Misirligul/Shutterstock Os gatilhos mentais são atalhos poderosos em nosso processo de tomada de decisão

Os gatilhos mentais são aqueles elementos que nos influenciam a tomar determinados tipos de decisões em diversos contextos diferentes.  Mostrei todos na série sobre os ativadores mentais, onde apresento os dezesseis tipos mais comuns e presentes em nossa vida.

Todos os dias nós temos que tomar uma série de decisões. Ainda que nem sempre tenhamos esta percepção clara, é fato que temos que decidir desde coisas simples como a roupa que vamos vestir, ou a refeição que vamos comer no almoço a coisas maiores como a mudança de emprego ou demissão de um colaborador.

Tomada de Decisão e Gatilhos Mentais

Os gatinhos mentais também atuam como espécies de atalhos mentais neste procedimento, consciente e inconsciente, de tomada de decisão.  O uso destes influenciadores é necessário, pois se tivéssemos que parar para analisar profundamente cada situação, certamente, nós passaríamos muito tempo refletindo. Neste sentido, a Ben Gurion University, dos Estados Unidos, afirmou que os gatinhos evitam o chamado “cansaço de decidir”.

Isso quer dizer que estes ativadores são o caminho mais curto no processo decisório e que recorremos a eles para tudo, como, por exemplo, para escolher o que vamos comprar; fazer; comer; pensar e como vamos nos relacionar com o mundo à nossa volta. É certo que cada ser humano tem seu mapa de mundo, mas de modo geral, podemos dizer que existem vários influenciadores em comum.

O Uso dos Ativadores Mentais

Quem usa muito bem os gatinhos mentais é o marketing de vendas, uma vez que para manter as empresas lucrativas é preciso ter mecanismos efetivos que ajudem chamar a atenção e persuadir seus clientes a comprar seus produtos e serviços. Portanto, se forem usados de modo correto; estes ativadores podem ser aliados poderosos do crescimento do seu negócio.

Neste sentido, quantas vezes ouvimos frases como: “últimas unidades”, “estoque limitado”, “só hoje”, “não perca tempo”, ou nos casos de compras na internet, vimos um reloginho em contagem regressiva nos avisando que se não comprássemos naquele momento poderíamos ficar sem aquela oferta. Muitas vezes, né?

Estes são os gatinhos mentais da Escassez e Urgência. O da escassez é aquele que nos faz comprar porque o vendedor ou o anúncio diz que o estoque é limitado, com poucas unidades, enquanto que o da urgência é aquele que nos pressiona a tomar uma decisão baseada no fator tempo, pois aquela promoção, aquele preço incrível ou item ofertado, vai ficar disponível por tempo limitado.

Tenho certeza que eu e você já fomos influenciados a comprar e fechamos pedidos em decorrência destas informações. E mais ainda que posteriormente, percebemos que aqueles produtos ou serviços adquiridos “no impulso” não estavam realmente tão escassos assim.

A grande sacada dos gatinhos mentais é essa, nos fazer decidir. Para isso, podemos nos basear em fatores como a dor, curiosidade, descaso, compromisso/coerência, persuasão/manipulação, novidade, antecipação reciprocidade, prova social e pela contação de histórias, por exemplo.

Conheça melhor todos estes atalhos na série os ativadores mentais, entenda seu poder de influência e ouse ir além na hora de decidir.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!