Voltar

Coaching e PNL – Como Fazer a Estruturação dos Objetivos

Publicado em | 0 comentários
Objetivos

Lichtmeister/Shutterstock A definição de objetivos específicos é um dos benefícios do Coaching e PNL

Durante uma sessão de Coaching, onde ferramentas da Programação Neurolinguística são aplicadas; objetivo, o estado desejado, tem de ser positivo, nunca negativo. Ele deve ser especifico. É preciso saber o que o cliente quer, quais são seus anseios, o que deseja alcançar ao final do processo.

Se “ele não quer ser gordo” isso é positivo? Não! Então o que ele quer? Quer ter energia, saúde… É especifico ter energia? Não. Então, se pergunta: Como é que você quer ter saúde e energia? “Eu quero ter o corpo de 74 kg, quero ter 4% de gordura no corpo, ter capacidade de correr 1h sem ter desgaste físico, quero não ter tanto desgaste muscular, quero ter um abdômen de tanquinho.” Então, agora se está sendo especifico, agora há um alvo concreto.

O objetivo tem que ser sensorialmente mensurável, o que é que ele vai ver; ouvir e sentir, que pode ser medido? Depende de si mesmo, não pode depender do outro. Tem que depender da pessoa. “Ah, se meu pai mudasse…” não vai resolver porque ele não está aqui. O que é que depende de você em relação ao seu pai, sua esposa, seu patrão?

Objetivos: os meus, os seus, os nossos!

O objetivo tem que ser importante, porque não se coloca energia em fazer alguma coisa que não seja importante para si mesmo. Tem que ser algo ecológico. O que quer dizer isso? Não quer dizer que depois da sessão de Coaching e PNL a pessoa vai comprar umas 100 mudas de plantinhas, cavar buraquinhos no chão e plantar as mudas. Ecológico quer dizer: é bom para mim isso que eu quero? Se não for bom, então esquece. Muda isso.

Isso faz eu me sentir bem? Não basta que isso seja bom para mim, isso tem que fazer eu me sentir bem também. Isso faz bem para os outros? Se você se tornar isso, isso vai ser bom para os outros? Vai fazer bem para o seu casamento, para seus filhos, parentes, para sua empresa? Sim! Isso cumpre com um bem maior? Sim! Então se tem a ecologia aqui. É bom para si mesmo e o faz se sentir bem, é bom para os outros e cumpre para um bem maior. Ou seja, o efeito de se chegar onde se quer irradia as esferas de onde eu estou. Sempre que se pensar em estruturar um resultado ou um objetivo, tem que se ter esses quesitos nele.

Como Formular os Objetivos

Para se ter objetivos bem formulados, eles precisam ser positivos e, por isso, seja o mais especifico possível. Tenha um procedimento de evidência visual, auditivo, sinestésico. Se você está trabalhando, por exemplo, com um cozinheiro, com uma pessoa que lida com a parte de culinária, um grande chef; o olfativo vai ser importante para ele.

Talvez, para a grande maioria das pessoas o olfato não tem importância nenhuma. A gustação também é importante para essa pessoa. Para as demais pessoas geralmente não, mas visual, auditivo, sinestésico talvez. O olfativo, gustativo vai depender da profissão da pessoa.

Se for treinar, por exemplo, a equipe de uma empresa de perfumes, o olfato é importante. Se for trabalhar com uma vinícola, com uma equipe que trabalha com sabor e cheiro, então a gustação e o olfato serão importantes, mas para a empresa de perfume a gustação não tem nada a ver.

Tudo depende de onde estou trabalhando, em que mundo se está inserido. Portanto, esteja no controle e certifique-se de que seu objetivo seja ecologicamente sadio para que as coisas aconteçam, dentro de uma estrutura aceitável e você consiga, de fato, conquistar seus resultados extraordinários.

Ficou interessado em conhecer mais à fundo a Programação Neurolinguística, seus métodos e benefícios, conheça a formação em Practitioner em PNL do Instituto Brasileiro de Coaching – IBC.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!