Voltar

Como elaborar um plano de cargos e salários?

Publicado em | 0 comentários

© Depositphotos.com / tetxu A adoção do plano de cargos e salários requer a definição dos propósitos, além de um estudo das funções existentes na organização e uma ampla pesquisa das práticas salariais do ramo.

Um plano de cargos e salários é um método pensado para proporcionar clareza nos aspectos que tangem a evolução hierárquica e de remuneração dos colaboradores, de forma que prevaleça a equidade entre esses.

Requisitos para a implantação do plano de cargos e salários

A adoção de um plano de cargos e salários requer a definição dos propósitos, um estudo minucioso das funções existentes na organização e uma ampla pesquisa das práticas salariais e de benefícios do ramo de atuação da empresa.

Definir os propósitos de um plano de cargos e salários é pensar na conjuntura que se pretende alcançar com essa implantação. Usualmente, o objetivo geral é prover incentivos aos colaboradores e a valorização da transparência e da meritocracia na progressão de cargos e salários. Porém, a empresa pode ter como objetivo específico a valorização e retenção de talentos de um setor da empresa que desempenha atividades mais relevantes para o sucesso da organização. Por isso, a definição dos propósitos é essencial para se planejar e construir um plano de carreiras que atenda os objetivos gerais e os específicos.

A definição clara dos deveres e responsabilidades atribuídos a cada cargo propicia aos gestores a possibilidade de quantificar o trabalho e a importância de cada função, conferindo uma remuneração justa e uma ascensão hierárquica coerente com a função e com os desejos de cada colaborador.

Pesquisar benefícios concedidos e práticas salariais exercidas na área de atuação da empresa é importante para que o plano de cargos e salários a ser implementado provenha incentivos similares ou melhores do que os existentes, assegurando a competitividade da organização na atração e retenção de talentos.

O próximo passo é a estipulação de preceitos que vão reger a progressão hierárquica e salarial. Pautados no mérito, na apresentação de resultados e em titulações acadêmicas, esses preceitos permitem a implantação de promoções e melhorias de forma transparente e justificada, evitando a concessão de benefícios arbitrários e esclarecendo as razões de negações a pedidos dos colaboradores.

Incorporar um plano de cargos e salários pode significar um aumento nas despesas com pessoal da empresa, mas o retorno alcançado com essa inversão de capital é significativo: propicia uma maior coesão interna e um destaque no mercado de atuação, pois valoriza e buscar reter talentos.

E na sua empresa, tem um plano de cargos e salários bem definidos? Compartilhe comigo nos comentários, vamos cocriar!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!