Voltar

Como economizar dinheiro utilizando técnicas de Coaching

Publicado em | 0 comentários
mão empilhando moedas

© Depositphotos.com / leungchopan A forma como você enxerga o mundo impacta diretamente em sua saúde financeira.

Poupar dinheiro está intimamente ligado aos olhos. Isso mesmo: a forma como você enxerga o mundo impacta diretamente em sua saúde financeira.

Toda e qualquer decisão de compra é motivada por fatores emocionais. Em um processo inicial de análise, o consumidor até pondera racionalmente fatores como preço, forma de pagamento e diferenciais, mas a conclusão da escolha será sempre um motivo ligado a questões interiores.

Por exemplo, utilizar um casaco é uma necessidade básica para se proteger do frio, mas optar por uma marca é uma forma de se sentir parte de determinado grupo social que a valoriza. Diante deste contexto, podemos notar como somos sensíveis e vulneráveis diante do senso de aceitação e atrações de consumo.

O grande segredo para economizar dinheiro está além do visível. Embora aplicativos de controle de gastos, planilhas e anotações até ajudem no processo, é a maneira como o indivíduo conduz esses recursos que faz a diferença! É seu equilíbrio interior que determina suas conquistas, inclusive financeiras.

Adote o hábito de trabalhar diariamente seu relacionamento com o dinheiro. Revigore a mente, procure trabalhar o “BEM” pela raiz e estimule sua paz de espirito. Estudos já identificaram que, quando estamos bem, a necessidade de consumir é significativamente menor. Portanto, ao cuidar de seu equilíbrio interior, o hábito de poupar será um processo natural.

Técnicas simples de Coaching para a Reeducação Financeira

Liste os custos mensais

O primeiro passo é escrever fazer um levantamento de todos os custos mensais, organizando-os em uma lista ou planilha. Esta ação geralmente identifica alguns gastos desnecessários e que antes passavam despercebidos. Considere os gastos totais fixos, como água, luz, alimentação, transporte e estudos, além dos custos variáveis, como passeios e viagens.

Após a finalização da listagem, compare com seus os ganhos e identifique se os gastos estão compatíveis, abaixo ou acima do ideal.

Construa um orçamento

O segundo passo é o planejamento: faça um orçamento de quanto poderá ser gasto por mês, direcionando as finanças de modo que atendam as diversas necessidades mensais e que sobre uma quantidade extra para construir sua reserva.

Lembre-se que esta readequação de gastos está diretamente ligada ao estilo de vida. Portanto, é indicado repensar alguns hábitos, como trocar a academia por exercícios ao ar livre ou optar por acampar ao invés de se hospedar em um hotel, por exemplo.

Livre-se das dívidas

Procure eliminar as dívidas o quanto antes, caso seja esta a sua situação. Quanto mais tempo levar para quitá-las, mais os juros aumentarão e consumirão suas economias. Portanto, avalie a melhor maneira de finalizá-las e faça uma renegociação com o credor.

Mantenha o foco e a disciplina

É normal que, após um período de estabilidade financeira, o indivíduo se deixe levar por desejos materiais, visto que possui uma reserva extra em sua poupança. Não se deixe atrair por ofertas e tentações diárias de consumo, permanecendo focado em seu objetivo maior, seja ele comprar uma casa, um carro, abrir o próprio negócio ou fazer uma grande viagem.

Mente saudável, bolso próspero!

Gostou deste artigo? Comente e compartilhe o conhecimento com seus amigos.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!