Voltar

Como desenvolver a Inteligência Emocional?

Publicado em | 0 comentários
homem estressado

© Depositphotos.com / olly18 Tanto na carreira como no âmbito pessoal e social, aprender a lidar com nossas emoções é essencial para não sucumbirmos aos efeitos desastrosos do descontrole emocional.

A Inteligência Emocional é, sem dúvida, um dos atributos mais importantes a serem desenvolvidos e cultivados por todos nós. Tanto na carreira como no âmbito pessoal e social, aprender a lidar com nossas emoções é essencial para não sucumbirmos aos efeitos desastrosos do descontrole emocional.

A capacidade de aprender a entender e se relacionar de forma racional com as próprias emoções, seus sinais, consequências e reações — sem deixar que suas características interfiram negativamente em suas ações e resultados — pode ser definida como Inteligência Emocional.

A raiva, por exemplo, geralmente é considerada uma emoção negativa, ligada a agressividade e descontrole. Porém, quando usada de forma inteligente e equilibrada, ela pode ser um estímulo benéfico e decisivo para superarmos os momentos de dificuldades, resistirmos aos problemas, mantermos o foco e irmos além.

Inteligência Emocional e Sucesso Profissional

Hoje, com os níveis de estresse, pressão e competitividade cada vez mais altos, vivemos diversas situações que nos fazem vivenciar variados tipos de sentimentos. Por isso, torna-se uma vantagem importante aprender a lidar com as emoções de modo a evitar “perder a cabeça”.

Segundo pesquisa realizada por Travis Bradberry e Jean Greaves, autores do livro Inteligência Emocional 2.0, apenas 36% das pessoas conseguem se relacionar com suas próprias emoções. O estudo, feito com mais de 500 mil entrevistados ao longo de 10 anos, constatou outro dado muito importante: a inteligência emocional é um dos principais artifícios e diferenciais de 58% dos profissionais de sucesso abordados. Isso comprova como desenvolver esta competência é fundamental para o alcance efetivo de resultados extraordinários.

Dicas para Desenvolver a Inteligência Emocional

Aprenda a lidar com suas próprias emoções – na prática, isso representa conhecer e entender a origem de suas emoções positivas e negativas. Sentimentos nocivos como inveja e ira, que nos levam a atos impulsivos e impensados, são os principais responsáveis pelo descontrole emocional. Ao identificá-los, é possível encontrar formas mais assertivas para lidar com eles, eliminá-los ou mesmo torná-los seus aliados na carreira e vida pessoal.

Respeite as emoções dos outros – Quando falamos em emoções, não basta “conhecer a si mesmo”. Também é muito importante compreender como e por que os seus amigos, familiares, colegas de trabalho ou marido/esposa reagem a determinados acontecimentos. Deste modo, você estará honrando e respeitando a história do outro, e pode criar uma linha de comunicação mais efetiva e evita conflitos desnecessários.

homem discutindo com mulher

© Depositphotos.com / aletia A capacidade de aprender a entender e se relacionar de forma racional com as próprias emoções, sem deixar interfiram negativamente em suas ações, pode ser definida como Inteligência Emocional.

Faça da pressão uma aliada – Em todo momento, vivemos situações que nos tiram do sério. Estes momentos de estresse geralmente afetam o nosso bom humor e comprometem os nossos resultados. A melhor forma de lidar com a pressão é fazer dela um estímulo a mais para resolver os problemas, encontrando formas criativas e inovadoras e transformá-las em soluções. Isso ajuda a evitar situações estressantes e cair na rotina de focar apenas no negativo.

Expresse seus sentimentos – A falta de inteligência emocional compreende não apenas as “explosões”, mas também a dificuldade de expressar aquilo que sente. Isso dificulta que você mesmo e as pessoas à sua volta compreendam suas atitudes, motivações e comportamentos. Busque, ainda que aos poucos, demonstrar suas emoções e falar sobre seus sentimentos.

Conquiste a si mesmo – Tanto no aspecto pessoal como no profissional, é preciso libertar-se dos sentimentos negativos que causam prejuízos à sua vida. Conquiste o autocontrole, não reaja “a ferro e fogo”, e aprenda a ler nas entrelinhas. Muitas informações importantes deixam de ser acessadas por uma leitura inicial errada. Isso nos leva a atos impulsivos, que afetam nossa reputação. Além de ouvir, é preciso sentir as mensagens que vem de dentro de você.

E você, qual é o seu nível de inteligência emocional? Você consegue compreender e lidar com suas emoções e as das pessoas à sua volta? Como vimos, o desenvolvimento desta competência é fundamental na vida pessoal e carreira.

Busque evoluir um pouco mais neste quesito e compartilhe comigo experiências de momentos em que sua inteligência emocional foi decisiva para resolver algum problema.

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!