Voltar

Como Desenvolver a Negociação

Publicado em | 0 comentários

Goodluz/Shutterstock Saber negociar é importante para conseguir chegar a um denominador comum e também para conquistar nossos objetivos

Ouço muitas pessoas dizer que não gostam ou não sabem negociar. Outras tantas dizem que também no processo de negociação, na maioria das vezes, se sentem “desconfortáveis” quando têm que barganhar o preço de algum produto ou serviço. Segundo estas pessoas, os vendedores quase sempre se valem da famosa frase clichê – Já está com desconto; para garantir o valor original na venda e não negociar.

Esta é uma visão, entretanto, não podemos negar que seja na compra de algo ou em qualquer coisa que estamos fazendo sempre estamos negociando alguma coisa. No trabalho, por exemplo, quantas vezes você teve que negociar prazos e datas com o seu chefe? Muitas! E em família, quantos foram os momentos onde a negociação foi à única forma justa de se chegar a um denominador comum e resolver os conflitos? Várias, não é mesmo?

Estes são exemplos de situações onde temos que negociar, mas a negociação não para por ai, ela está presente em tudo. Em maior ou menor escala, estamos sempre buscando resolver nossos dilemas pessoais e profissionais e buscando chegar a um resultado que nos favoreça.

Negociação na Prática

Se, são tantos os benefícios, por que as pessoas tratam a negociação ainda com tanta resistência? Bem, entendemos que geralmente precisamos negociar quando estamos numa situação mais desfavorável, pois nem sempre estamos negociando preços, mas sim o ajustamento de nossas crenças e valores às crenças e valores de outras pessoas.

Por isso, muitas vezes negociar pode ser doloroso porque representa abrir mão de nossa forma de pensar e adequar-se a um novo contexto, para o qual, às vezes, não nos sentimos preparados. Imagine, por exemplo, que um casal more numa determinada cidade e um dos dois foi promovido e será transferido para outro local. Uma das partes terá que decidir se vai junto com seu parceiro; muda sua vida e seus planos para acompanhar a mudança ou se fica, termina ou leva a relação à distância.

Essa negociação envolve fatores emocionais, profissionais e financeiros e quando acontece de forma inesperada, traz o conflito de interesses e pode gerar desconforto, crises e momentos complicados, que fazem com que as pessoas associem o ato de negociar a momentos difíceis de sua vida.

Entretanto, se olharmos por outro viés, poderemos compreender melhor como a negociação é o meio mais democrático de se chegar a um denominador comum, conciliar as vontades, as possibilidades e os interesses das partes envolvidas.

Por isso, ao negociar qualquer coisa em sua vida tenha em mente que esta é a sua oportunidade de mostrar a sua opinião, ouvir e compreender a visão do outro e de chegar ao resultado que você deseja. Ás vezes, nós temos sucesso, noutras temos que ceder, mas o importante é entender que a cada vez que negociamos temos a oportunidade de desenvolver nossos argumentos, a comunicação interpessoal e expandir nossa capacidade de persuasão.

Assim, se negociar é preciso, o melhor mesmo é aprender como fazer! Permita-se!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!