Voltar

Coaching nas soluções de problemas de autoestima

Publicado em | 0 comentários
homem fazendo sinal de negativo

© Depositphotos.com / SIphotography A baixa autoestima caracteriza-se por uma imagem negativa que a pessoa tem de si mesma, o que pode ser bastante nocivo para a saúde e mente.

A palavra autoestima significa apreço ou valorização que uma pessoa tem por si mesma, permitindo-se confiar nos próprios atos e pensamentos. Trata-se da aceitação que o indivíduo tem de si mesmo.

A baixa autoestima, por sua vez, caracteriza-se por uma imagem negativa que a pessoa tem de si mesma, ou uma sensação de incapacidade e inferioridade. Geralmente, a falta de autoestima é acompanhada por frases ou pensamentos de “eu nunca consigo fazer nada certo”, “eu não presto para fazer nada”, “eu não sou ninguém”, “eu não gosto de mim mesmo”, entre outras opiniões depreciativas.

Esse é um estado muito nocivo para o corpo e para a mente. De acordo com estudo realizado pelo Centro Internacional para Saúde e Sociedade de Londres, pessoas com pouca autoestima têm mais chances de desenvolver problemas ligados à saúde e até ter uma vida mais curta.

Segundo especialistas, a autoestima é formada ainda durante a infância, de acordo com o tratamento recebido de pais, familiares, professores e amigos. Esta característica se forma a partir do valor que as outras pessoas conferem ao indivíduo, seja com gestos, palavras, afetos e interações de modo geral.

Crianças que foram muito criticadas, não tiveram a oportunidade de serem ouvidas, não tomaram suas próprias decisões ou sempre foram comparadas a outras crianças, acabam por se transformar em adultos com baixa autoestima e ficam mais suscetíveis a desenvolver problemas como ansiedade, depressão, agressividade ou estresse.

Principais sintomas da baixa autoestima

  • Carência afetiva e emocional;
  • Necessidade de reconhecimento e aprovação;
  • Dependência emocional a algo ou alguém;
  • Incapacidade, timidez e insegurança;
  • Sentimento de inferioridade;
  • Dificuldade de autoaceitação;
  • Depressão e ansiedade;
  • Angústia e tristeza constantes;
  • Problemas de saúde;
  • Crises existenciais;
  • Medo e agressividade;
  • Sentimento de culpa.

Como identificar problemas de autoestima

Para testar possíveis problemas com a autoestima, basta responder a algumas destas perguntas: Você gosta de se olhar no espelho? Gosta de ver sua imagem refletida? Está satisfeito consigo mesmo ou com seu corpo? Está feliz com a imagem que tem? Se pudesse, mudaria algo?

Se você respondeu sim para todas ou quase todas, parabéns! Sua autoestima não está nada mal. Mas, se você respondeu não para a maioria delas, é hora de reavaliar como anda a sua autoestima para que isso não prejudique sua saúde e vida como um todo.

A falta de autoestima não se refere apenas à insatisfação com o próprio corpo. Este é um problema que pode estar camuflado em outras áreas da vida, de maneira mais discreta: preocupação de falar algo errado, medo de se comunicar, vergonha de se expressar, insegurança em realizar tarefas, sensação de que o outro é sempre melhor.

Se você reconhece que sofre com problemas de autoestima, em qualquer aspecto de sua vida, saiba que é possível eliminar este obstáculo e transformá-lo em uma capacidade positiva para a sua vida com o auxílio do Coaching.

Coaching na solução de problemas de autoestima

O Coaching é um extraordinário processo de mudanças, desenvolvimento de capacidades e, principalmente, de alcance de grandes e efetivos resultados em qualquer contexto — pessoal, profissional, familiar, social, espiritual, sentimental, emocional e espiritual.

Com ajuda do Coaching, o indivíduo passa por um processo intenso e genuíno de ressignificação de vida, percebendo e identificando pontos fortes e de melhoria, avaliando seu estado atual e determinando um estado desejado, descobrindo e fortalecendo valores, eliminando comportamentos sabotadores, sanando crenças e pensamentos limitantes.

Além disso, o Coaching ajuda no desenvolvimento de habilidades, reduz a ansiedade e o estresse, melhora habilidades de comunicação e relacionamentos, promove a aceitação do “eu” interior, potencializa emoções poderosas e abstrai sentimentos negativos. Assim, o método ajuda a elevar a autoconfiança, a autoestima e a autoaceitação, desenvolvendo a capacidade de resolver conflitos.

Para entender mais sobre a ressignificação, vale assistir a este poderoso vídeo que retrata a aplicação desta poderosa técnica na vida das pessoas:

Se você deseja conhecer ainda mais sobre os benefícios do coaching para a autoestima, convido você a conhecer o Professional & Self Coaching – PSC, a melhor formação em Coaching do país. Trata-se de um treinamento fantástico e inovador, que transformará sua vida e a forma como você lida consigo mesmo e seus problemas.

Se você gostou deste artigo, não se esqueça de curtir e compartilhar o conhecimento!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!