Voltar

Teste de Inteligência Emocional – Como Funciona?

Publicado em | 0 comentários

PathDoc/Shutterstock Os Testes de Inteligência Emocional servem para avaliar o grau de IE da pessoa, identificar pontos de melhoria e desenvolver as emoções necessárias ao desenvolvimento pessoal e profissional

Inteligência Emocional, segundo psicólogo e PhD, americano, Daniel Goleman, que cunhou este termo; é a capacidade de identificar e lidar com nossas emoções e as emoções alheias e ter a competência de saber utilizá-las do jeito certo e na hora certa. Em nosso dia a dia, expostos a tantas situações de estresse e pressão, parece que esta lógica nem sempre é fácil de ser seguida e, muitas vezes, saímos do eixo, não é mesmo?

Para testar nossa capacidade de lidar com certos tipos de situações e as emoções envolvidas nelas, foram criados os testes de Inteligência Emocional, para exatamente mensurar qual o nosso nível de IE e identificar em quais pontos precisamos melhorar. Estas avaliações nos trazem uma dimensão mais verdadeira de como somos emocionalmente e do nosso perfil comportamental quando o tema são nossos sentimentos e emoções.

Como Funciona o Teste?

Os testes de Inteligência Emocional geralmente são realizados por meio de questionários de múltiplas alternativas, onde é avaliado o coeficiente emocional no trabalho e na vida como um todo. Nas empresas, esta avaliação pode ser realizada por meio de dinâmicas individuais ou em grupo, onde o colaborador é apresentado a situações de estresse, por exemplo, e tem que decidir, de maneira rápida e eficiente, qual a melhor decisão a tomar naquele momento.

Todos os profissionais, sejam eles líderes ou colaboradores, têm sempre que lidar com a pressão por resultados, os conflitos nos relacionamentos e buscar manter um bom desempenho continuamente. Além disso, as pessoas precisam saber lidar com as diferenças nas crenças e trabalhar em conjunto em prol dos resultados.

Portanto, se não houver inteligência emocional simplesmente qualquer ação em conjunto não irá funcionar, pois em nosso trabalho, muitas vezes, é preciso controlar nosso ímpeto, impulsividade e desenvolver um senso coletivo, de modo que isso nos permita ampliar a visão sobre o problema apresentado e pensar de forma sistêmica em soluções para este.

Inteligência Emocional na Prática

Em outras palavras, ter Inteligência Emocional não se limita a apenas compreender nossas próprias emoções, pois abrange especialmente também saber compreender as emoções do outro. Assim, se, por exemplo, em seu ambiente de trabalho, você identifica que um colega que tem dificuldades em falar em público ou em expor suas ideias, você não irá forçá-lo a fazer isso, o deixando em situação desconfortável.

Este tipo de atitude cria embaraços e também um clima de inimizade, onde a pessoa que foi constrangida deixa de confiar na pessoa, que não respeitou sua limitação. Neste caso, ao invés de expor ou perder a paciência, uma profissional, com inteligência emocional, tentaria ajudar, buscando traduzir a mensagem que o seu colega não conseguiu transmitir naquele momento. Após a reunião ou apresentação, bastaria apenas dar um feedback e se colocar à disposição para ajudá-lo a superar a sua timidez. Simples e inteligente, não é mesmo?

Por isso, se você deseja desenvolver esta poderosa habilidade, minha dica é – faça a Formação Professional & Self Coaching – PSC; que traz poderosas técnicas e ferramentas para que você possa desenvolver sua Inteligência Emocional de forma rápida, prática e efetiva.

Após fazer este treinamento, tenho certeza, que você irá entender porque Inteligência Emocional também é: empatia, autoconhecimento; persistência; autocontrole e construir relacionamentos sociais e interpessoais positivos. Deste modo, você passará pelo teste da vida e, estará sempre um passo à frente.  Faça o PSC!

Comments

comments

O que é coaching

Baixe o
e-book
gratuito

Conheça a metodologia que vai mudar sua vida. Acelere o seu sucesso!